Domingo, 22 de Julho de 2018
Câmara de Nova Pádua
Horário das Sessões: Segunda: às 19h
Sessões Ao Vivo
Selo de Transparência 2017
Bem-vindo ao site da Câmara Municipal de Vereadores de Nova Pádua/RS
Você está em:
Notícias

Notícias

Vereadores entregam Moção de Congratulação à Sra. Alessandra Brançani Pauletti Menegat
09/07/2018 Vereadores entregam Moção de Congratulação à Sra. Alessandra Brançani Pauletti Menegat


No dia 09 de julho de 2018, foi realizada, às 19 horas, na Sala de Sessões Arlindo Joaquim Bigarella, a solenidade que contou com a presença dos vereadores Léo Sonda, Evanite L. Vedana e Cesar Menegat (MDB), Jéssica Boniatti, Maico Morandi, Danrlei Pilatti e Ildo Stangherlin (PP), Dirceu Gizéria e Silvino Maróstica (PSDB), além do Prefeito Municipal, Sr. Ronaldo Boniatti, Vice-prefeito Sr. Gelson Sonda convidados e dos servidores do Poder Legislativo.

No Grande Expediente, foi entregue a MOÇÃO DE CONGRATULAÇAO 01/2018 para a Sra. Alessandra Brançani Pauletti Menegat pelo trabalho que vem desenvolvendo com obras de artes se destacando como artista visual, expondo em diversas partes do nosso Estado e País e ate mesmo no Exterior. 

O presidente Léo Sonda ocupou a tribuna para fazendo seu pronunciamento no qual enfatizou que uma Moção de Congratulação é uma homenagem concedida por nós vereadores a pessoas que se destacam em nosso município, ou que de alguma forma ou de outra contribuem com a nossa Sociedade.

Histórico da Artista Plástica ALESSANDRA B PAULETTI MENEGAT

Nada combina mais, com a artista plástica Alessandra Pauletti 38 anos que o lugar onde ela vive, com o marido e os dois filhos no município de Nova Pádua.

Alessandra fez o caminho inverso da maioria dos jovens, nasceu em São Paulo e migrou para o interior do Rio Grande do Sul com seus pais Doracy José Pauletti e Roseli Brançani Pauletti neste refúgio com fortes traços de colonização italiana. Autodidata começou a pintar aos 13 anos e na época sua mãe a incentivava a decorar típicas toalhas de secar louça, “pintei tantas toalhas que comecei a vê-las sob outra perspectiva, gostava de observar estes panos pendurados, comecei a notar as diferenças e semelhanças, enxergava as linhas e imperfeições, e de longe o conjunto era interessante e isto me agradava profundamente” Alessandra.

Após adulta fez curso de pintura com Dalva Bello, de desenho com Rafael Dambrós, oficinas com Jaqueline Pauletti, e na Universidade de Caxias do Sul cursou projetos de criação com Silvana Bone. Inquietação não é uma boa palavra para definir a artista, pois, preserva a calma e paz de espírito contagiante destas inerentes as pessoas de bem com a vida, o que é inversamente proporcional a intensidade da sua busca por melhorar sua técnica e aprimorar seus conceitos.

Alessandra revelou que o trabalho deve ter significado, que vai depender da interpretação de quem vê, mas também deve fazer refletir conta Alessandra, falando em seus estudos de filosofia e mestres da arte. No momento também trabalha em uma nova série que traz elementos reconhecidos na sua produção, como o feminino e a dualidade, sempre consciente de que a sabedoria nasce do questionamento, e tendo como palavra de ordem a busca.

A artista trabalha em seu atelier, continua em sua casa e mantém uma rotina na arte ligada aos afazeres domésticos e maternos em total harmonia. “Dedico-me ao atelier e a elaborar e transformar as ideias quase como um ciclo” diz ela.

Alessandra começou expondo suas séries sempre com a presença marcante do feminino no museu e arquivo histórico Pedro Rossi de Flores da Cunha, e participando de ações em Nova Pádua. Conta que em mais de dez anos no meio artístico, tudo serviu e serve como referência, e faz destas suas inspirações nas telas e na vida.  Foi selecionada para integrar o time de artistas de diversas partes do mundo, para colaborar com o projeto “Arte que Salva” internacionalmente reconhecido.

Alessandra, aguarda em seu atelier, um pedaço de lona de tela pintado pelas crianças da Nigéria e que ela terá que complementar e criar uma obra de arte, a peça será enviada a Flórida nos EUA para ser leiloada com outras obras de artistas selecionados. Este ano além do Arte que Salva a artista foi selecionada para outras duas mostras, uma delas será em Paris na França no mês de outubro, a outra ação ocorreu em maio no salão internacional da Assembleia Legislativa do estado de São Paulo onde dois quadros assinados por ela concorrem a honrarias com outras obras.    

Suas obras estão a cada momento revelando mais e mais coragem em expor-se através de signos e símbolos. Mantem uma rotina de leitura e estudos, mesclando Arte, Filosofia, Ciência e Espiritualidade. Assim tem encontrado caminhos novos que integram o trabalho mais racional no desenho das mandalas e o mistério dos retratos femininos. Consciente que a sabedoria nasce do questionamento, temos a certeza que o sucesso perante seu trabalho e suas obras de arte, cada vez será mais reconhecido.

Exposições      

2013 - Bailarinas e uma Percepção, Museu Arquivo Histórico Pedro Rossi – Flores da Cunha.

2014 – Walking Gallery, Porto Alegre.

2014 – Walking Gallery, Caxias do Sul.

2014 – Exposição Mandalas, Museu Arquivo Histórico  Pedro Rossi, Caxias do Sul, RS.

2014 – Projeto Cultural Cartografia da Arte, Mapeamento dos Ateliers do Rio Grande do Sul, Caxias do Sul, RS.

2015 – Exposição de abstratos Câmara Municipal de Flores da Cunha, RS.

2015 – 24º Intercambio Internacional de Miniarte, Museu da Moda – Canela, RS.

2015 – Exposição, Museu Arquivo Histórico Pedro Rossi Flores da Cunha, RS.

2015 – 25º Intercambio Internacional de Miniarte, Galeria Gravura, Porto Alegre, RS

2016 – Exposição coletiva Itinerante “Beleza: a alma respirando”, primeira edição do projeto “onde tem você, tem arte”

2016 – 26º Intercambio Internacional de Miniarte, centro de artes e arquitetura – Campus 8, Universidade de Caxias do Sul, Caxias do Sul, RS.

2016 – Exposição coletivaMatríztica – O Sagrado Feminino, Espaço de Arte da Casa Maria Lorenza, Caxias do Sul, RS.

2016 – Exposição: “O Feminino”, Instituto Flávio Luiz Ferrarini, Flores da Cunha, RS.

2017 – 29º Intercâmbio Internacional de Miniarte, Associação dos Professores Universitários de Santa Maria, Santa Maria, RS.

2017 – Mostra coletiva, Museu e Arquivo Histórico Pedro Rossi, Flores da Cunha, RS.

2018 – Salão Internacional de Artes Visuais, SINAP/AIAP- Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, Hall Monumental, São Paulo, SP.

 

Texto: Cátia Tonello

P1060019P1050999P1050997P1060002P1050980P1050996P1050984
ícone endereço
Câmara de Vereadores de Nova Pádua Avenida dos Imigrantes, 1040
Centro - Nova Pádua - Rio Grande do Sul - CEP: 95275-000
(54) 3296 1400
contato@camaranovapadua.com.br
Câmara Nova Pádua
ícone horário
Horário de Atendimento: Segunda à Sexta: 13h às 19h Horário das Sessões: Segunda: às 19h
Facebook
webde